Busca

New Design

Social Media

Como divulgar serviços e produtos em redes sociais

A grande vantagem das redes sociais para empresários é que são veículos de comunicação de longo alcance que não cobram pelo serviço. Você pode usar seu perfil para divulgar novidades, lançamentos e até vagas de empregos que serão sempre bem recebidos. Sempre que lançar um novo produto ou começar a prestar um novo serviço, poste ao menos uma vez ao dia um pequeno texto no caso do Twitter, que já está com a opção de divulgar uma imagem.

Instagram e Facebook possuem espaço para postagem de texto com foto, onde o empresário pode usar o recurso a seu favor divulgando serviços para amigos e clientes com anúncio via imagem digital. Apenas seja cuidadoso: uma mídia negativa também irá correr tão rápido quanto uma positiva, por isso é importante divulgar material de qualidade. Os textos devem ser lidos antes de serem postados para evitar erros de português e nada de fotos amadoras. Diversas empresas contratam designers gráficos para criar anúncios exclusivos para web, que saem mais baratos porque não serão impressos.

O mais importante é não menosprezar uma rede social como veiculo de comunicação. Crie material de qualidade e se possível especifico para o setor. Também é importantíssimo não ignorar as redes como canal de comunicação, tal qual telefones e emails e por isso deve-se responder ao maior número de mensagens possíveis, caso sejam direcionadas ao empreendimento. Críticas, sejam elas positivas ou negativas, podem não ser respondidas por texto, mas faça nota e tente verificar se procedem ou não. A ignorância quanto às informações contidas em redes de relacionamentos são os motivos pelos quais algumas empresas são mal faladas em sites de relacionamento e são tidas como pessoas não gratas no meio virtual, chegando ao nível de serem completamente ignoradas.

Fonte: site novo negócio

Foto: Pixabay

Como usar as redes sociais para divulgar a sua empresa

Um empresário hoje em dia não pode ignorar as redes sociais em seu empreendimento. As redes sociais são plataformas de comunicação interativa que permitem ter contatos e mandar mensagens e fotos completamente de graça. Assim, são uma das formas mais fáceis e práticas de entrar em contato com o seu público-alvo: os clientes. Porém, é preciso antes de tudo, saber como funcionam e como usar essas redes de forma correta para evitar desperdício de tempo, de investimento e de correr o risco de gerar uma imagem negativa com suas ações.

Redes sociais na comunicação empresarial

Já é fato que não se pode ignorar as redes sociais na comunicação empresarial e os motivos são diversos: o custo é zero para mantê-las e a resposta é bem mais rápida do que se fosse usado serviço telefônico de atendimento. O custo em reais de divulgação de um serviço em televisão, jornal e revista é bem elevado, dependendo do alcance da mídia e jamais irá ter a mesma repercussão que na Internet, que já provou o seu alcance no mundo como veículo de comunicação em massa.

Para grandes empreendimentos, é recomendado que seja criado um setor exclusivo para gerenciamento de redes sociais. Os indicados para cuidar desta área são profissionais das áreas de comunicação como jornalistas, publicitários e relações públicas, que sabem usar as palavras a seu favor. Hoje em dia é bem comum que empresários busquem a contratação de um gerente de rede social, profissional especializado em utilizar tais mídias de forma positiva e angariar mais clientes para o negócio.

Outra vantagem de se usar as mídias sociais é que elas permitem uma resposta mais rápida, além da interação entre cliente e empresa. Assim, fica fácil saber o que os seus clientes pensam de seus produtos. É certo que um fato que ganha repercussão vai direto para o Facebook e o Twitter e recebe comentários de outros usuários que querem expressar seu conhecimento sobre o tema ou mesmo comentar o seu atendimento por determinada empresa. Logo, ignorar a mídia social não é uma opção para o dono de um negócio, seja ele de qual segmento for.

Como usar redes sociais na divulgação de uma empresa

A primeira coisa a se saber é que não adianta entrar em todas as redes sociais, colocar as informações e logos da empresa e deixar por isso mesmo. Crie perfis apenas em redes sociais que você possa manter o serviço atualizado e que possa fazer a manutenção diária. Você pode criar perfis nas redes mais visitadas e com maiores números de usuários, entre elas, Facebook, Instagram e Twitter. Todas oferecem serviço gratuito para cadastramento e uso.

Ao criar o perfil da sua empresa, seja claro nas informações e coloque o nome da empresa, endereço, telefone para contato e email. Porém, saiba que este será um canal de acesso para clientes ou novos clientes entrarem em contato, seja para elogios, reclamações, orçamentos ou mesmo para tentar comprar novos produtos. Por isso, fique atento e disponível.

O segundo passo após ter criado o perfis é saber que será preciso manter uma regularidade de acessos pelos motivos citados no parágrafo anterior. Com a mesma frequência que você acessa seus emails, procure sempre dar uma verificada em seus perfis de redes sociais diariamente. Uma regra que geralmente funciona é estipular horário fixo para verificar os perfis, tanto para responder recados, como para promover produtos, lançar comentários ou mesmo dá uma lida no que está sendo comentado tanto sobre você como sobre seus concorrentes.

O importante em ter um perfil de rede social para uma empresa é poder aproveitar as informações nelas contidas para pensar o seu negócio e conhecer as ações dos concorrentes. Em alguns empreendimentos o gerenciamento das redes virtuais pode demorar mais de uma hora por dia, em pequenas empresas não vai te custar meia hora. Sempre procure fazer buscas com o nome da sua empresa e de seus concorrentes mais fortes, ao menos uma vez ao dia. Caso não possa fazer este serviço, contrate uma pessoa que o possa fazer e cobre relatórios escritos para  poder analisar resultados e criar estratégias de como investir em serviços, melhorá-los e partir para novos segmentos.

Fonte:Site novo negócio

Foto: Pixabay

Acesse: http://www.ndsocialmedia.com.br

Ligue (11) 4902-0515

logoface

O que são mídias sociais?

As midias sociais são espaços de interação entre usuários. São considerados exemplos de mídias sociais: blogs, microblogs (Twitter), redes sociais (Facebook), fóruns, e-groups, instant messengers, wikis, sites de Compartilhamento de conteúdo multimidia (YouTube, Flickr,SlideShare, Vimeo).

Nestes canais, as pessoas podem dialogar e compartilhar informação. O conteúdo de uma Mídia Social tende sempre ao infinito, uma vez que qualquer membro pode contribuir a qualquer momento. Este diálogo entre usuários constitui blocos colaborativos de opinião.

As Midias Sociais significam novas oportunidades para criar e comunicar com pessoas que se importam. As midias sociais trazem oportunidades tanto para grandes empresas como para indivíduos com uma ideia, uma opinião. Midias sociais, um meio para propagação da sua marca, da sua opinião, da sua causa. Aproveita as midias sociais em sua estratégia de marketing digital.

Fonte: Site Pedro Quintanilha

foto: Pixabay

Invista tempo e dinheiro em conteúdo e relacionamento

Se você não tem jeito com pessoas ou não é bom em produzir conteúdo, contrate alguém ou alguma empresa que seja. É muito importante que seus posts tenham conteúdo relevante, focado no público que você quer atrair. Tenha criatividade e gere relacionamento com as pessoas. Seu conteúdo precisa saciar o desejo das pessoas por aquele determinado assunto. Encontre alguém que saiba tirar uma ideia do papel e colocá-la online, de maneira atrativa. Tenha uma regularidade nos posts, variando de cada tipo de rede social. Mas cuidado para não a timeline de seus seguidores.

Inspire e engaje seus seguidores. Seja criativo desde a escolha do assunto abordado, da chamada feita, até a foto publicada. Leve seu cliente a escrever sobre sua marca ou produtos.

É muito importante também procurar saber sobre o que se fala nas mídias sociais a respeito da sua marca, produto e até dos seus concorrentes. Assim poderá planejar melhor suas ações de conteúdos e mensurar o efeito das ações anteriores

Fonte: Bizstart

Foto: pixabay

Como Fazer uma Campanha de Marketing de Sucesso nas Redes Sociais

O marketing nas mídias sociais é o processo onde o dono de um negócio, como você, usa o poder de sites como o Facebook, Twitter e Tumblr para promover sua marca ou produtos. Como o tráfego dos sites das redes sociais é geralmente alto, os visitantes mais provavelmente tornem-se consumidores e compradores do que os visitantes que encontram seu site através de um mecanismo de busca. Um outro benefício importante do tráfego das redes sociais é que é essencialmente grátis ou de baixo custo comparado a outras formas de geração de tráfego. No entanto, o marketing das redes sociais é um esforço que toma muito tempo e envolvimento que não é apropriado para todos. Esta forma de marketing requer uma boa quantidade de envolvimento, tanto em termos de manter-se atualizado com todas as últimas tendências quanto para manter o relacionamento com clientes e fãs. As redes sociais oferecem uma conversação de duas vias entre quem posta a informação e quem a lê. Se o dono do negócio ignorar a segunda parte da equação, então o esforço do marketing provavelmente está predestinado à falha. Para executar uma campanha de marketing de sucesso nas redes sociais, o dono do negócio deve rever essa lista de traços que definem uma campanha de sucesso.

Fonte: Wikihow

foto: pixabay

Acesse http://www.ndsocialmedia.com.br

Ligue (11) 4902-0515

logoface

Como ter o melhor marketing digital para sua empresa

Quando me perguntam sobre qual a melhor estratégia de marketing que uma empresa deve desenvolver e implementar para garantir bons resultados, sou categórico: a estratégia não deve ser a melhor, mas sim única. Deve criar um conceito sobre a marca e o produto, assim como buscar uma sintonia de relacionamento com diversos públicos de consumidores, principalmente em épocas de crise econômica.

É fato que estamos vivendo momentos em que os hábitos de consumo são ajustados pelos clientes brasileiros, o que conduz a área de marketing a um posicionamento de investimento. Assim, buscar ferramentas que enxugam os custos operacionais e entregam os resultados esperados, é condição sine qua non para a área. Neste sentido, o marketing digital é utilizado como estratégia que facilita e aperfeiçoa o relacionamento com o cliente em tempo quase que instantâneo, com investimentos e mensuração de resultados mais precisos.

São inúmeras as ferramentas do marketing digital, sendo necessária a compreensão de que elas vão além de mera divulgação em redes sociais. Marketing Digital é toda e qualquer ação de comunicação que a empresa utiliza por um canal digital, sendo a web, a telefonia móvel, entre outros meios.

Por utilizar vários canais, esta ferramenta possibilita um alcance global e uma proximidade maior com o público-alvo, tendo em vista que vivemos em épocas de um comportamento conectado a algum equipamento digital e ligados a alguma rede que socialmente influencia nossos hábitos.

Sabe-se que a maioria das ferramentas digitais apresenta baixo custo de investimento, sendo inclusive gratuitas, com resultados que geram lucratividade, muitas vezes, inesperadas. Uso, como exemplo, um pôster ou a criação de uma página em uma rede social como o Facebook ou o Instagram. Deve-se, porém, ter cuidado na utilização das mesmas, bem como optar por um conjunto de ações digitais e não canalizar suas energias em apenas uma. A ordem aqui é utilizar de muito planejamento e criatividade.

Planejamento para definir seus objetivos de maneira clara, tendo como ponto central o consumidor e seus hábitos de consumo. Criatividade para estabelecer ações que conduzam ao rompimento de conceitos e padrões existentes, estabelecendo sua própria identidade enquanto comunicação com os consumidores. Inclusive, para definir quais caminhos serão percorridos para elaborar um bom planejamento.

Ao utilizar o marketing digital como ação, é importante fazer diagnósticos para saber quais meios digitais serão efetivamente utilizados, a fim de estabelecer objetivos e métricas precisas. Determinar, ainda, um posicionamento de mercado diante do seu público-alvo e, sobretudo, dos concorrentes. Segmentar o conteúdo possibilita melhores resultados.

É importante investir na criatividade para elaborar peças únicas de comunicação nos diversos canais digitais, desde o site da empresa até a criação de conteúdos nas redes sociais. E, por fim, monitorar por meio das diversas ferramentas disponíveis os resultados das ações implantadas, para aproveitar as oportunidades que aparecem a partir dessa ação.

Entenda que o marketing digital apresenta muitas oportunidades para alcançar os resultados esperados e aperfeiçoar as ações da área, porém, #ficadica que a principal estratégia é estudar os hábitos das pessoas para alinhar quaisquer que sejam os meios de divulgação dos produtos e serviços, bem como suscitar desejos para que sejam consumidos. Não esqueça que muito além de ser o melhor, na escolha de uma ação faça uma ruptura com os padrões existentes e passe a ser o único.

#atéapróxima

Arnaldo Vhieira é coordenador do curso de marketing da FMU.

Fonte: Revista Época

Foto: Internet

Facebook revela números esmagadores em receita, vídeos e usuários diários

Mark Zuckerberg deve estar com um sorriso de orelha a orelha. A rede socialFacebook divulgou o relatório financeiro do terceiro trimestre de 2015 e os números não poderiam ser melhores, mostrando que o site não para de expandir em todas as direções possíveis da internet.

Para começar, o que realmente importa para investidores e acionistas: a empresa fechou setembro com rendimentos de US$ 4,5 bilhões (R$ 17,1 bilhões), número 41% maior que no mesmo período do ano passado. O lucro gerado também foi alto, totabilizando US$ 896 milhões (cerca de R$ 3,4 bilhões).

Zuckerberg ainda anunciou que o Facebook possui 1.55 bilhão de usuários mensais ativos e mais de 1 bilhão de pessoas que visitam e usam o “Face” fielmente ao menos uma vez por dia. Nos Estados Unidos e Canadá, o crescimento registrado é baixo, mas o resto do mundo continua se cadastrando ou aumentando a frequência de visita na rede social.

Mais números

  • O Facebook cresceu 17% em número de usuários ativos todos os dias;
  • 894 milhões dos usuários diários ativos acessam (não necessariamente só) via mobile;
  • O WhatsApp possui 900 milhões de pessoas trocando mensagens todos os meses;
  • O projeto Internet.org levou conexão para mais de 15 milhões de pessoas;
  • Mais de 45 milhões de pequenos e médios negócios possuem e gerenciam fanpages;
  • 80 milhões de fotos por dia são postadas no Instagram;
  • 9,5 bilhões de imagens são mandadas mensalmente no chat Messenger.

Cuidado, YouTube!

Não é mais segredo para ninguém que a próxima grande empreitada do Facebook envolve o uso cada vez maior de vídeos no site, um feed de notícias recheado com clipes das mais variadas durações e, quem sabe, a monetização de tudo isso.

Dá para entender o motivo: os vídeos no Facebook atingiram 8 bilhões de visualizaçõs por dia. Esse é o dobro do valor registrado em abril deste ano e oito vezes mais do que o número em setembro de 2014.

Fonte Tecmundo

Foto: Internet

Acesse http://www.ndsocialmedia.com.br ou ligue (11) 4902-0515

logoface

Qual a diferença entre redes sociais e mídias sociais

Digital City
Digital City

Uma rede social é um grupo de pessoas que tem algum nível de relação ou interesse mútuo. Essa definição acabou ganhando um novo significado na internet, o que já foi chamado de “relationship site” (sites de relacionamento) hoje é conhecido como redes sociais. Em minha opinião, esse significado que a internet trouxe deveria ter sido adaptado e ganho o nome de “redes sociais online“, que é justamente a proposta de serviços como Facebook. Uma rede social baseado em suas relações online com as pessoas que você tem alguma ligação e/ou interesse em comum.

O que são MÍDIAS SOCIAIS:

Também ganhou um novo significado graças à internet. Também já chamado de “new media” (novas mídias) agora é conhecido como mídias sociais, que antes se referia ao poder de difundir uma mensagem de forma descentralizada dos grandes meios de comunicação de massa, agora é traduzido por muitos como: “Ferramentas online que são usadas para divulgar conteúdo ao mesmo tempo em que permitem alguma relação com outras pessoas”. Exatamente como um blog, que ao mesmo tempo dissemina conteúdo e abre espaço para os leitores interagirem. Então estas seriam ferramentas que tem como objetivo o compartilhamento de conteúdo, sendo as relações o segundo plano.

E de todas essas ferramentas que temos hoje, são mídias sociais ou redes sociais?

É ao tentar fazer essas definições que você acaba se complicando. Como trazido por André Telles em seu artigo (Precisamos padronizar as definições entre Redes Sociais e Mídias Sociais!), onde o autor mostra uma rápida reflexão sobre a importância de haver um padrão dentro do mercado, para evitar confusões, ele comenta que redes sociais seriam uma categoria das mídias sociais e que seriam focadas em manter ou criar relacionamentos em base a assuntos em comum, como Facebook. Já as mídias sociais seriam  o que muitos ainda chama de “novas mídias”, como Twitter, Youtube, WhatsApp, enfim, serviços que tenham como objetivo o compartilhamento de conteúdo.

Twitter é uma rede social ou uma mídia social?

Algumas pessoas a usam apenas como uma rede social diferenciada, praticamente ignorando o conteúdo e priorizando as relações com as pessoas, isso transformaria o Twitter em uma rede social? É… talvez seja um pouco complicado de entender.

Existe uma linha tênue na hora de fazer qualquer definição em torno desses dois termos. Acredito que o que podemos usar para definir em qual termo uma rede social se encaixa, devemos lembrar-nos de qual é o seu objetivo principal, se é compartilhamento de conteúdo ou criação de relacionamentos. A definição entre rede social e mídia social também vai se dar no uso que uma pessoa da a sua ferramenta, por exemplo: O Twitter pode ser usado como mídia social, tendo objetivo apenas difundir conteúdo, ao mesmo tempo em que o microblog pode ser usado como rede social, apenas para seguir amigos e conversar entre eles.

Tem como uma rede social não ser uma mídia social ou ser uma mídia social sem ser uma rede social?

Não há como uma rede social online não ser uma mídia social, afinal, o primeiro é uma categoria dentro do outro, impossibilitando assim, que haja uma separação. Já no caso contrário, existe uma possibilidade sim, afinal, como podemos ver na imagem a baixo, a rede social é apenas um pedaço da mídia social, portanto, uma mídia social sem ser uma rede social pode existir sim. Se alguém usar qualquer ferramenta 2.0 apenas para divulgar conteúdo, esta ferramenta será uma mídia social, caso haja interação, passa a ser uma rede social também.

rede-social-vs-midia-social

Crédito: Site Medianismo.com

foto: Internet

28 curiosidades sobre o WhatsApp que talvez você não saiba

Adorei esta matéria, espero que gostem também!!!

Veja o Blog da Casa

Você sabia?

São Paulo — O WhatsApp pode até ter milhões de usuários em todo o mundo. Mas você sabia que o appemprega apenas 55 pessoas para cuidar de tudo que acontece na empresa?

Além disso, somente 32 engenheiros trabalham no WhatsApp para que você consiga mandar aquela foto ou dar parabéns para seu avô do outro lado do mundo.

Você pode achar que já sabe tudo sobre o aplicativo. Mas, apesar de novo, o WhatsApp ainda tem muita história e diversas curiosidades a serem contadas. Veja algumas delas na galeria a seguir.

Fundado em 2009

Criado por Jan Koum e Brian Acton, o WhatsApp surgiu após Koum comprar um iPhone. Ele percebeu que a App Store poderia criar uma nova indústria de aplicativos e resolveu investir na ideia. Para que o app se tornasse realidade, os fundadores contrataram Igor Solomennikov, um desenvolvedor russo.

Em novembro de…

Ver o post original 873 mais palavras

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: